Como mover o WhatsApp para o cartão SD

WhatsApp atinge um novo recorde de usuários diários

Os aplicativos de mensagens vieram para ficar e hoje se tornaram a ferramenta mais usada pelos usuários para enviar mensagens e para fazer chamadas ou vídeo chamadas, pelo menos entre os aplicativos que oferecem essa função, como é o caso da plataforma rainha do mundo da telefonia: o WhatsApp.

Dependendo do dispositivo que utilizamos e da configuração que estabelecemos, o nosso smartphone pode encher rapidamente, principalmente se fizermos parte de um grande número de grupos, grupos onde vídeos e fotos são geralmente partilhados em grande quantidade. Se a memória do nosso dispositivo estiver cheia, somos forçados a mover WhatsApp para SD.

Mas nem todos os aparelhos apresentam esse tipo de problema, pois Os iPhones da Apple não têm opção para expandir o espaço de armazenamento internoPortanto, a única maneira de extrair o conteúdo que o WhatsApp ocupa é excluindo-o do dispositivo ou extraindo-o conectando o iPhone a um computador com iTunes.

No entanto, terminais Android não têm problemas para expandir o espaço de armazenamento, Uma vez que todos os terminais nos permitem expandi-lo através de um cartão microSD, o que nos permite mover qualquer tipo de aplicação ou conteúdo para o cartão de forma a libertar o espaço interno do terminal, espaço necessário para o bom funcionamento.

Mover WhatsApp para o cartão SD

Imagem do novo Sandisk MicroSD de 400 GB

Ao instalar aplicativos no Android, eles são instalados dentro do sistema, fora do alcance dos mais curiosos, para que nunca possamos acessar os arquivos do aplicativo, a menos que tenhamos os conhecimentos necessários. De forma nativa, cada vez que instalamos o WhatsApp em nosso terminal Android, uma pasta chamada WhatsApp é criada no diretório raiz de nosso terminal, uma pasta onde todo o conteúdo recebido no terminal é armazenado.

Por alguns anos, o Android nos permitiu mover alguns aplicativos para o cartão SD, de modo que o espaço necessário para funcionar é o do cartão de memória. Infelizmente, muito poucos são os aplicativos que nos permitem mover os dados para o cartão SD, e o WhatsApp não é um deles, então seremos forçados a recorrer a métodos alternativos manualmente.

Com um gerenciador de arquivos

Mover WhatsApp para SD

Mova a pasta inteira chamada Whatsapp para o cartão de memória é um processo muito simples que requer pouco conhecimento do usuário. Você só precisa um gerenciador de arquivos, vá para o diretório raiz do nosso terminal, selecione a pasta WhatsApp e corte-a.

Então, novamente usando o gerenciador de arquivos, vamos ao diretório raiz do cartão de memória e colamos a pasta. Este processo pode demorar muito, dependendo do espaço que este diretório está ocupando atualmente em nosso dispositivo. Dependerá também da velocidade do cartão microSD que estivermos usando.

Depois de concluído o processo, todo o conteúdo que armazenamos na pasta WhatsApp estará disponível no cartão de memória, o que nos permite liberar uma grande quantidade de espaço em nosso computador. Quando reabrirmos o aplicativo WhatsApp, uma pasta chamada WhatsApp será criada novamente no diretório raiz do nosso dispositivo, uma vez que movemos apenas os dados armazenados do aplicativo, não o próprio aplicativo.

Este nos obrigar a realizar este processo regularmente, especialmente quando o terminal começa a nos avisar continuamente que o espaço de armazenamento está abaixo do normal. Nos últimos anos, muitos são os fabricantes que nativamente nos oferecem um gerenciador de arquivos, por isso não é necessário recorrer ao Google Play para poder mover o WhatsApp para um cartão SD.

Se o seu terminal não tem gerenciador de arquivos, um dos melhores disponíveis atualmente na Google Play Store é o ES File Explorer, um gerenciador de arquivos que nos permite realizar operações com arquivos de uma forma muito simples e rápida, embora o conhecimento dos usuários seja muito limitado.

ES File Explorer
ES File Explorer
Desenvolvedor: ES Global
Preço: Grátis

Com um computador

Whatsapp

Se não quisermos baixar um aplicativo que não vamos usar em nosso computador, ou se o gerenciador de arquivos incluído em nosso terminal for mais complicado do que parece, podemos sempre optar por mover o conteúdo do WhatsApp para o cartão SD através um computador. Para isso, basta conectar nosso smartphone ao computador e fazer uso de Transferência de arquivos do Android.

Android File Transfer é um aplicativo que o Google coloca à nossa disposição de uma forma totalmente livre e com o qual podemos facilmente transferir conteúdo do nosso equipamento para o smartphone ou vice-versa sem nenhum problema e com total rapidez. Assim que tivermos conectado nosso equipamento ao smartphone, o aplicativo será iniciado automaticamente. Caso contrário, devemos clicar no ícone para executá-lo.

Transferência de arquivos do Android

Aplicação vai nos mostrar um gerenciador de arquivos com todo o conteúdo do nosso smartphone, conteúdos que podemos recortar e colar tanto no nosso computador como no cartão de memória do nosso terminal, ao qual a aplicação também tem acesso. Para mover o conteúdo do WhatsApp para o cartão SD, basta ir até a pasta WhatsApp e com o botão direito do mouse clicar em Cortar.

Em seguida, vamos para o cartão SD, do próprio aplicativo e no diretório raiz, clicamos com o botão direito e selecionamos Colar. Se copiar e colar for um pouco complicado, podemos apenas arraste a pasta WhatsApp da memória interna do dispositivo para o cartão SD do terminal. Quanto tempo leva o processo vai depender da velocidade do cartão e do tamanho do diretório. As especificações do equipamento com o qual realizamos esta tarefa não influenciam na velocidade do processo.

Dicas para economizar espaço no WhatsApp

Economize espaço no WhatsApp

Verifique as configurações do WhatsApp

Antes de prosseguirmos com a transferência de conteúdo do WhatsApp, devemos tentar evitar que nossa equipe se encha rapidamente de vídeos e fotos novamente. Para fazer isso, devemos ir para as opções de configuração do WhatsApp e dentro da seção Download automático de multimídia selecione em Vídeos Nunca.

Desta forma, não só poderemos economizar em nossa taxa móvel, mas também evitaremos vídeos, o tipo de arquivo que ocupa mais espaço, é baixado automaticamente para o nosso dispositivo embora não estejamos nem um pouco interessados.

WhatsApp web

Uma opção para poder ver os vídeos que são enviados para um dos grupos a que pertencemos, principalmente se forem muito prolíficos com este tipo de arquivo multimídia, é acessar através do WhatsApp Web com um computador. Ao acessar o WhatsApp Web, todo o conteúdo que baixamos em nosso computador será armazenado em cache, por isso não será necessário baixá-lo em nosso computador para juntar outros vídeos e o espaço de armazenamento de nosso dispositivo será reduzido rapidamente.

Reveja regularmente a galeria de fotos

Tanto no iOS quanto no Android, o WhatsApp tem a mania feliz de não nos perguntar se queremos amealhar os vídeos e fotos do nosso dispositivo, mas que ele automaticamente cuida disso, o que faz com que com o tempo, nosso espaço de equipe diminui. Esta operação obriga-nos a rever periodicamente a nossa galeria para apagar todos os vídeos e fotografias que recebemos através da aplicação de mensagens e que também estão disponíveis na própria aplicação.

Outras aplicações, como o Telegram, permitem-nos configurar a aplicação para que todo o conteúdo que recebemos não armazene diretamente em nossa galeria, o que nos permite armazenar nele, apenas as fotos e vídeos que realmente queremos. Além disso, permite-nos esvaziar regularmente todo o conteúdo armazenado na cache da aplicação, de forma a reduzir o seu tamanho no nosso dispositivo.

Controle o número de grupos em que estamos inscritos

Os grupos de WhatsApp são o principal problema quando nosso dispositivo se enche rapidamente com conteúdo adicional que não solicitamos, por isso é sempre conveniente não fazer parte de grupos onde mais conteúdo multimídia é enviado do que mensagens de texto, pelo maior tempo possível.

 


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.